20
Set 12

Capitulo 24

Resgate

Assim que chagamos ao castelo, cada um ocupou o seu lugar. Custa-me muito deixar Renesmee desprotegida. Mas sei que ela está mais segura no salão, do que propriamente comigo. Por isso seixo a ir.

- Ela vai ficar bem? – Perguntou Seth, ao vê-la partir.

- Sim. Se ela se aguentou 2 anos com estes lunáticos, consegue passar mais uns tempos.

- Se tu o dizes.

 Começamos a correr em direcção á entrada que dá para as masmorras.

 Eu nunca tinha dado por estas entrada antes. Talvez por ela estar tapada com toda a espécie de plantas e coisas do género. O que a torna quase impossível de detectar.

- Como é que tu descobriste esta entrada? – Perguntei a Seth.

- Com o meu incrível poder de faro. – Respondeu ele. Olho para ele com desconfiança. O meu faro é tão bom como o dele, e a mim não me cheira a nada, por enquanto. – Pronto. Cai no buraco. Ainda sinto a costas a estalar. – Disse ele na brincadeira.

 Solto uma pequena risada.

- Só tu Seth.

- É o que eu faço. Disse ele com um encolher de ombros.

Seth entrou á minha frente, visto que ele já conhecia a entrada. Eu segui atrás muito calada, a pensar no que faria quando os visse outra vez.

 O que é que eu iria dizer? Como é que ira reagir? Como é que eles iriam reagir? E Edward? As saudades já apertam. Não o estava com ele á dois anos. O que será que mudou?

- Seth? – Chamei um pouco a medo.

- Sim?

- O Edward… - Não consegui acabar a frase. Nem eu sabia o que é que queria perguntar.

 Seth vira-se para trás.

- Ele esta cheio de saudades tuas. Não parava de perguntar como é que tu e a Renesmee estavam. Ele quase que me fuzilava com o olhar, quando lhe disse que não sabia a vossa condição. – Comentou ele com uma gargalhada.

 Eu esboço algo parecido com um sorriso.

- Pelo menos ele está vivo.

- Estão todos. E nós vamos liberta-los. Eu prometo.

 Acenei com a cabeça, e começamos a andar.

Via-se, perfeitamente, que o corredor não era usado á séculos. Haviam teias de arena por todos os lados. Pó, e outras substâncias. E como se isso não bastasse, ainda era enorme. Tivemos de andar durante 15 minutos para chegarmos a um cruzamento.

- Esquerda ou direita Seth? – Perguntei.

- Direita.

- Chegaste lá á primeira?

- Sim. Acho que apenas tive de seguir o meu instinto.

 Depois de andar-mos mais alguns metros. Encontramos algo da qual não estamos á espera.

 Dois guardas.

- Olhem só quem nós temos aqui. – Um deles comenta. Nunca os tinha visto antes. O que me aflige ainda mais. Por isso, pelo sim pelo não, estendo o eu escudo, protegendo-me a mim e a Seth.

- Podemos passar senhores? – Perguntei com uma voz inocente. O que faz com que ambos caíam na gargalhada.

- Com um lobo? Nem pensar.

- Aliás, nós fomos colocados aqui pelo próprio Aro, para proteger a entrada. Ele ficou um pouco agitado, quando ai o lobinho penetrou no castelo. – Disse o outro apontando para Seth.

- Então vai á maneira antiga.

 Não sei o que me deu, mas atirei-me para a frente matando um deles, tão rápido que o outro nem teve tempo para reagir. E Seth, que sem me aperceber já se tinha transformado, deu cabo do outro.

 Cá para nós, foi mais fácil que tirar um chupa – chupa a uma criança.

 - Bom trabalho. – Elogiei, afagando-lhe o pêlo. – Parece que agora só tu e que me vais perceber.

 Ele emite algo parecido com um sorriso, e prossegue com o seu caminho. E eu, claro, sigo-o. 

 A cada paço dado, sentia-me mais nervosa. Mas continuo em frente como se nada fosse.

 Até que começo a sentir o cheiro deles. E todo o meu auto controlo, vai por água abaixo. 

 Começo a correr que nem uma desalmada, pelo corredor fora. Apenas seguindo-lhes o cheiro.

 Não encontrei mais guardas pelo caminho. O que deve querer dizer que, Aro, achou que aqueles dois eram capazes de dar conta do recado. O que é estranho, porque sempre achei Aro uma pessoa inteligente. Bem parece que me enganei. Melhor para mim.

 Atrás de mim, Seth corre tentando apanhar-me. E eu, muito contrariada, deixo. Tenho duas portas á minha frente, e não sei qual delas e a certa.

- Como +e que te transformas sem eu dar por nada? – Perguntei-lhe, ao ver eu ele dirige-se para porta da direita em duas pernas em vez de quatro.

- Eu sou muito silencioso. Devas ver o Paul. Ele fazia sempre um brilharete ao transformar-se. – Ele sorri perante a memória. 

 Seth abre a porta, e o cheiro agora mais intenso.

Andamos mais uns metros, e chegamos a derradeira porta.

 Quando esta se abre, constato que estão todos na mesma cela. E que e estou no sei interior. 

 A primeira pessoa que vejo é Alice.

- Alice! - Gritei sem me importar se alguém que não devesse ouvisse ou não.

- Bella?. Perguntou uma Alice algo cansada.

- Sim. – Corri para abraçar. Ela retribui o abraço algo confusa.

- É s mesmo tu Bella? – Perguntou ela sem querer acreditar.

- Sim. Sou eu. – Respondi. – Eu prometo que vos vou tirar daqui.

- O que é que se passa? – Perguntou Carlise aproximando-se.

- Carlise! – Exclamei.

- Bella! – Ele abraça-me. Por um momento sinto –me mesmo como uma filha. – Vieste!

- Claro que vim. E vou-vos tirar daqui.

  Aos poucos, todos os Cullen me cumprimentam.

 Emmett, continua o mesmo. Mesmo estando dois anos preso numa sela nas masmorras dos Volturi, continua a troçar e mim.  Rosalie dá-me um abraço gigante. Ela não é a mesma Rosalie que eu conhecia. Acho que estes anos aqui a mudaram radicalmente. Depois aparece Jasper. Ele não parece bem. Está mais perturbado que o habitual. E Esme. Se ela pudesse estaria a chorar. Eu para ela sou como uma filha. E é claro, ela pergunta-me se me tenho alimentado bem, se fui bem tratada… No fundo ela é a minha segunda mãe.

 E por fim. Edward.

publicado por Twihistorias às 22:48
Fanfics:

Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
14

18
21
22

25
28
29



mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

32 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O nosso facebook
facebook.com/twihistorias
Obrigatório visitar
summercullen.blogs.sapo.pt silvercullen.blogs.sapo.pt burymeinyourheart.blogs.sapo.pt debbieoliveiradiary.blogs.sapo.pt midnighthowl.blogs.sapo.pt blog-da-margarida.blogs.sapo.pt unbreakablelove.blogs.sapo.pt dailydreaming.blogs.sapo.pt/ http://twiwords.blogs.sapo.pt/
Contador
Free counter and web stats
blogs SAPO