26
Set 12

Bella

O Ryan estava fechado no quarto, mais uma vez. Desde aquele dia em que ele foi jantar a casa da Milie, ele anda muito estranho e ninguém sabe o que se passa porque ele não conta a ninguém. Nem o Edward sabe o que se passa porque ele esconde os pensamentos e quando lhe perguntamos o que se está a passar ou o quê que ele sabe que não nos quer contar ele apenas responde que não se passa nada. Ele anda muito estranho e um pouco mais agressivo. O Chuck continua com as mesma provocações de sempre, e sempre que ele toca no nome da Milie o Ryan fica possuído. Alguma coisa aconteceu naquela noite, ele sabe de algo que não nos quer contar. O Carlisle hoje ia passar a noite no hospital. A Esme, a Alice, a Rosalie, o Emmett, o Jasper, a Anne e o Carlos tinham ido caçar. A Renesmee e o Jacob foram passar algum tempo fora da cidade para fugir a este drama todo que está presente nesta família, o Chuck, bem esse ninguém sabe o quê que anda a fazer, e na verdade acho que todos preferimos não saber. E o Edward está ocupado a conversar com a Carla. As coisas entre nós não estão lá muito boas. Ultimamente temos discutido muito, porque ele está muito próximo da Carla e eu não gosto dessa aproximação, na verdade não gosto nem um pouco dessa Carla, na minha opinião ela não é de confiança, então sempre que falo com ele sobre isso acabamos a discutir porque ele tem que defender sempre a sua amiguinha. Eu começo a achar que vou perder o meu marido para uma vampira qualquer. Eu vou perder o Edward.

- Edward querido, queres ir para a nossa casa? – perguntei numa tentativa de o afastar um pouco desta coisa com quem ele conversa.

- Não Bella. Não me sinto bem em deixar o Ryan sozinho. Ainda por cima ele anda muito estranho.

- Tudo bem. Como queiras. – disse eu.

Que desculpa esfarrapada. Ele quer é a ficar a conversar com aquela coisa, e ela como é obvio fica toda contente cheia de sorrisinhos parvos. Estou quase a saltar-lhe em cima e arrancar-lhe a cabeça. “ Acalma-te Bella! Não faças nenhum disparate.” Disse mentalmente.

- Vou lá acima ver se o Ryan precisa de alguma coisa. – disse eu levantando-me. – Estás tão entretido a conversar que não te quero incomodar.

Ele não ligou nenhuma ao que eu disse. Continuou a falar como se nada fosse. Então fui até ao quarto do Ryan, mas quando lá cheguei o quarto estava vazio. Voltei para a sala.

- Edward… - disse eu.

Nesse preciso momento a Carla beijou-o.

- Não acredito no que fizeste! – disse ele chocado.

- Quem não acredita sou eu. – disse eu em choque.

Sentia o meu peito rasgar. Aquela imagem dos lábios da Carla nos lábios do meu Edward foi como uma facada. Sentia uma dor como se estivessem a rasgar a minha pele, sentia as minhas pernas a tremer como se eu fosse cair.

- Bella deixa-me explicar. – disse o Edward.

- Explicar o quê?! Que me traíste.

- Bella foi ela que me beijou.

- Não quero saber Edward. Eu saio para ir ver se o Ryan está bem e quando volto tu estás aos beijos com essa… essa… coisa!

- O Ryan saiu. – disse ele.

- Vês?! Se me desses um pouco de atenção se calhar eu já saberia e não havia necessidade de ir lá acima. Mas tu ficas aí a conversar com essa coisa e a ignorar –me o tempo todo, e depois ainda a beijas. – eu estava completamente alterada. Neste momento estava com muita vontade de bater no Edward e matar a Carla.

- Bella…

- Edward eu não mereço isto. Depois destes anos todos de casamento tu fazes-me isto. Nós temos uma filha e dois netos, sempre pensei que o nosso casamento ia ser eterno, até essa coisa aparecer e mudar tudo. Já viste como a nossa relação mudou desde que ela chegou? O beijo foi a gota de água.

- Que queres dizer com isso? – perguntou ele com um ar de sofrimento.

- Acabou Edward.

- Não Bella. Não faças isso. Carla conta-lhe a verdade! Bella eu amo-te, tu és a minha vida.

- Ultimamente não parece. Tu já não és o mesmo, antigamente costumavas ser carinhoso. Sabes à quanto tempo tu não dizes que me amas? À quanto tempo não estamos sozinhos, só nós os dois?

- Bella, tu sabes que estes dias têm sido difíceis. E eu sei que não te tenho dado muita atenção, mas prometo que isso vai mudar.

- Não percebes que já é tarde?!

- Bella…

- Tu sabes que detesto traições.

- Pois, mas à 20 anos atrás também beijaste o Jacob. – disse ele.

Nem queria acreditar que ele disse aquilo.

 

 

publicado por Twihistorias às 22:35

Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
14

18
21
22

25
28
29



mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

32 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O nosso facebook
facebook.com/twihistorias
Obrigatório visitar
summercullen.blogs.sapo.pt silvercullen.blogs.sapo.pt burymeinyourheart.blogs.sapo.pt debbieoliveiradiary.blogs.sapo.pt midnighthowl.blogs.sapo.pt blog-da-margarida.blogs.sapo.pt unbreakablelove.blogs.sapo.pt dailydreaming.blogs.sapo.pt/ http://twiwords.blogs.sapo.pt/
Contador
Free counter and web stats
blogs SAPO