10
Ago 12

 

Ponto de vista de Jacob Black.

- Jakey … - Gatinhou a pequena Elizabeth na minha direcção. Apesar de já andar quando estava cansada ainda o fazia.

Charlotte sentada do outro lado do sofá, desviou os olhos dos relatórios para me ver apanhar a pequena princesa para o meu colo.

Assim que a sentei ela gatinhou mais uma vez , desta feita para cima de Charlotte interrompendo assim o seu delicado estudo.

- Tiia Charlotte está na hora da minha historia!

Ao ver os grandes olhos castanhos espectantes pela sua resposta, ela suspirou encantada e pousando os óculos exclamou:

- Sua pequena espalha brasas! E agora o que é que eu faço contigo hein?!

Virou a no seu colo e fez-lhe coçegas. Quando Liz recuperou o folgo voltou a insistir.

- Tiia a sério conta-me uma história… - Apesar de insistente não deixou esmorecer o sorriso.

- Ok princesa que história queres tu ouvir? – Perguntou-lhe Charlotte.

Elizabeth desviou o olhar por pouco pensativa, depois voltou-se de novo para Charlotte e disse sorridente:

- Que tal a tua com o tio?

- Céus! Por esta é que eu não esperava. - Respondeu ela surpresa. Isto divertiu-me. Esperei para ver como ia sair dali…

- Tiio também é para ti… os meu papá já me contou como conheceu a minha mamã, mas eu não sei como é que vocês se conheceram…

Disse a Romantica Liz com uma expressão triste.

- Isso é aí do departamento da Charmander , Liz, ela é que sabe contar bem…

Liz fitou-me confusa e Charlotte atirou-me uma e explicou a sua alcunha.

- Liz o tótó do teu tio tem a mania que eu sou um “Pokemon”.  E como é assim tão engraçado. Ele que te explique como nos conhecemos.

 

 

Provocou piscando o olho. Pensei na melhor forma de o fazer e comecei:

- Sabes aquelas histórias em que um princepe salva a princesa… foi mais ou menos isso que aconteceu – sorri

- Eu estava magoada e o Jake levou-me são e salva ao teu avô para ele me ajudar.- Completou Charlotte com o seu adorável sotaque ao dizer o meu diminuitivo.  Mesmo passado dois anos ainda ficava nervoso quando ela dizia o meu nome, tinha vontade de beliscar-me para me certificar que era de mim que aquela musa falava.

- Porquê estavas tu magoada titia? – Perguntou Liz visivelmente alarmada. Charlotte fez-lhe uma carícia na bochecha e explicou:

-  Pequerrucha isso agora é dificil de explicar mas posso tentar, quando tu e o mano nasceram eu estava lá. Fui eu que ajudei a vossa mamã. No entanto aconteceram uns problemas e eu magoei-me, um dia quando fores maiorzinha eu explico-te melhor.  

Concordei com Charlotte, o desaparecimento de Bella já era  suficientemente doloroso  não era necessário marcar as suas memórias com más experiencias.

Liz ficou a pensar no assunto curiosa e depois disse curiosa:

- Mas tia o que eu queria saber era quando é que vocês deram o beijo? Assim como os adultos? – Questionou divertida.

- Bem… depois de passar uns diazinhos na cama para ficar boa. O teu tio levou-me a passear e mostrou-me a praia de La Push sentámo-nos e falamos sobre tudo…

- E foi porque falaram que deram um beijinho?

- Não não foi por isso… nós beijamo-nos porque descobrimos que somos iguais.

- Como assim?

-  Descobrimos que estávamos felizes ao lado um do outro mesmo sabendo que somos de países diferentes e temos diferentes ideias – Respondeu-lhe suavemente Charlotte olhando-me.

Estava surpreso com a sua descontração a falar de um assunto tão sério.

- Obrigada pela história é maravilhosa! – Declarou Elizabeth dando um abraço apertado a Charlotte.

Com isso tocou a campainha apressei-me a abri-la, encontrei um ensopado Edward  com o Anthony pela mão. Estavam os dois com um grande sorriso e reparei que por baixo da gabardine estavam vestidos com o equipamento de “Baseball”.

Anthony correu casa a dentro a chamar a irmã e logo Edward reagiu:

- Anthony! Filho!Já não se cumprimenta o tio Jacob? 

 Ainda fazia um trejeito ao dizer “tio” referindo o meu nome. Mas a verdade é que apesar de estranha a nossa amizade era verdadeira. Desde o nascimento dos gémeos que tinhamos enterrado o machado de guerra e a nossa aproximação intensificara-se mais ainda com o desaparecimento da Bella. Edward sabia que eu mantinha a esperança. Pois apesar de ter encontrado a minha alma gémea, Bella era a minha melhor amiga.

- Deixa-o estar Edward. Ele aqui está na maior… - Disse olhando para o interior da casa onde Charlotte mantinha cativo Anthony com um forte abraço. Quando fitei de novo a expressão de Edward  não pude deixar de notar nas grandes sombras escuras nos seus olhos que nem o sorriso paternal conseguia esconder aproveitei a oportunidade para dizer:

- Então meu como andas? O Charlie comentou comigo… posso ajudar em alguma coisa.

Edward  respondeu prontamente-

- Depende do dia… mas sim dá sempre jeito mais um. – Disse com um sorriso téneu

Antes que tivesse tempo para dizer mais alguma coisa uma Liz em beicinho irrompeu por ali

- Papá podemos ficar para jantar…

Disse a pequenina a efatizar o beicinho.

Edward pensou um pouco e respondeu:

- Filhota a avó Esme fez um jantar italiano como vocês gostam.. Não vamos deixar a avó triste pois não?

Charlotte juntou-se a nós com o Basebolista Anthony ao seu colo a dar-lhe beijinhos na face.

-  Ei! Meu! Estás te a meter com a minha namorada – Brinquei.

- Sim Edward não faz mal… eles podem  cá jantar até estavamos a pensar alugar o rei leão.

A pesar de ouvir perfeitamente o que a minha musa dizia. Não conseguia tirar os olhos dela. Charlotte tinha estado de banco na noite anterior. E hoje a preparar o mestrado e com a roupa menos ostentosa que tinha. Mas mesmo sabendo de tudo isto, continuava a acha-la deslumbrante.

Charlotte olhava para o que tinha vestido com uma expressão de desconforto. Por isso desculpou-se imediatamente.

- Edward desculpa lá eu estar assim… mas planeiei estar o dia todo em casa.

Ele analisou as velhas calças de ganga a tshirt simples. Mas também nos seus sedosos cabelos castanhos claros e olhos azuis cristalinos escondidos nos óculos de massa preta e tive a certeza que concordava comigo.

 

- Que disparate Charlotte estás na tua casa, nem te preocupes com isso. –Esboçou um sorriso cordial – Liz! Anthony! Vão buscar as vossas coisinhas que a avó está em casa á espera.

- Eu vou ajudá-los

Afirmou saindo da divisão. Assim que o fez Edward comentou:

- Espero que tenhas a perfeita noção que de entre todos os menbros da Alcateia, tu és o mais sortudo. 

- Nem me digas nada – Sorri- Ás vezes até parece que estou a sonhar.

- Há tipos com sorte! – Provocou, depois reflectiu por um pouco, certamente na questão que tinhamos discutido.

- Quando planeias contar-lhe… Nós lá em casa aguentámos o tempo que for preciso, mas a tua condição é instável e a qualquer momento podes revelar algo que não queres… para não falar da questão da segurança.

-  A Charlotte vai estar fora um mês,vai a Londres por causa de umas coisas do trabalho. Conto-lhe tudo quando chegar.

Os míudos chegaram pouco depois. Enquanto nos despediamos, de forma praticamente inaúdivel Charlotte confesou-me…

- Também podiamos arranjar um jantarinho Italiano para nós... o que achas?

A pesar de ser um sussurro Edward não resistiu a responder.

- Vá, vamos embora que os pombinhos querem estar a sós…

Apesar da brincadeira não consegui deixar de pensar nas coisas que Edward tinha dito.  Não era justo estar a mentir á Charlotte talvez devesse contar tudo, mais cedo.

publicado por Twihistorias às 19:29

comentário:
Omg! Um pov do jake,que lindo! Espero mais outros como esse!
Marcela Thomé a 11 de Agosto de 2012 às 04:23

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
13
15
16

19
20
24
25

26
28


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

32 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O nosso facebook
facebook.com/twihistorias
Obrigatório visitar
summercullen.blogs.sapo.pt silvercullen.blogs.sapo.pt burymeinyourheart.blogs.sapo.pt debbieoliveiradiary.blogs.sapo.pt midnighthowl.blogs.sapo.pt blog-da-margarida.blogs.sapo.pt unbreakablelove.blogs.sapo.pt dailydreaming.blogs.sapo.pt/ http://twiwords.blogs.sapo.pt/
Contador
Free counter and web stats
blogs SAPO