17
Ago 12

Capítulo 9

Annie

Annie era mais nova que Anna um par de anos e as duas davam-se lindamente, desde que se tinham conhecido. De certa forma elas eram parecidas. Teimosas e persistentes.

Annie apareceu na precisa altura em que já não sabia mais o que fazer para que Anna aceitasse que precisava de ajuda com o Miguel. Não é que ela não soubesse tomar conta do nosso filho. Pelo contrário, ela tinha feito um excelente trabalho!

Só que em Portugal as coisas eram mais simples. Alex e Susana, seus vizinhos, tomavam muitas vezes conta dele, quando ela não podia. E em Londres, podíamos sempre contar com a minha família.

Mas, aqui em Los Angeles a vida era diferente. Não havia vizinhos a quem pudéssemos confiar os nossos filhos, pois nem conhecíamos a maior parte deles. E os poucos amigos verdadeiros que tínhamos, eram demasiado ocupados. Assim, a solução era contratar uma ama para lhe dar uma ajuda, mas ela nem queria ouvir falar nisso!

Sempre que tentava falar com ela, acabávamos a discutir e quase me comia vivo, quando decidi começar a entrevistar candidatas.

Annie trabalhava num café perto de nossa casa, e conhecemo-la precisamente no dia em que foi despedida. Estávamos a tomar café, quando um cliente começou a discutir com uma das funcionárias. O patrão meteu-se e quase que a expulsou do café. E tudo por causa de um café derramado.

A rapariga parecia desesperada, desculpando-se com o cliente e implorando ao patrão, mas de nada serviu.

- Robert, vamos embora? Recuso-me a continuar aqui a beber o meu café como se nada fosse, depois do que acabo de ver.

Ela já ia a meio da sala, quando deixei duas notas em cima da mesa, peguei no Miguel e fui atrás dela.

Anna aproximara-se do gerente e trocavam algumas palavras, quando a alcancei.

- Anna, tudo bem? – O homem olhava de mim para ela, dando a sensação de que, tudo o que queria naquele momento, era desaparecer.

- Sim. Tudo bem. Só é pena que, nestes sítios, os patrões se esqueçam que trabalham com pessoas e que são elas que se esforçam para fazer isto funcionar. Vamos embora daqui.

Saímos juntos do café e, ao chegar ao carro, ela hesitou.

- Rob, espera aqui por mim.

- Espera! Onde vais?

Ela voltou a entrar no café e saiu, subindo a rua a correr. E eu fiquei ali especado, agarrado à porta do carro, sem saber se devia correr atrás dela ou não.

Em menos de cinco minutos, vi-a descer a rua, de braço dado com a rapariga do café, que ainda vinha a enxugar as lágrimas com o avental.

- Amor, esta é a Annie. Pensei que talvez a pudéssemos contratar. – A moça fitou-me e parou de chorar. – Annie, este é o Robert.

- Olá Annie. – A rapariga parecia estar assustada.

- Então Rob, que achas? – Fitei-a, levantando a sobrancelha, interrogativamente. – Estamos à procura de uma babysitter, não estamos?

E então percebi a ideia.

- Sim. Claro!

E foi assim que ela entrou de imediato ao serviço. Mais tarde, nessa noite acabámos mesmo por ir jantar, deixando-lhe entregue o nosso filho.

 Isto, claro, depois de termos uma pequena discussão, fechados no nosso quarto, acerca da sua impulsividade e da minha falta de confiança e acerca de não termos garantias e da rapariga não ter experiência e sobre um monte de coisas que nem vale a pena lembrar. Mas acalmámo-nos, fomos jantar e quando chegámos o nosso filho já tinha jantado e estava a dormir.

E a partir daí tive de me render, pois ela era realmente muito profissional e dedicada, para além de se estar a mostrar uma óptima pessoa. E Anna adorava-a. Já o Miguel, nem se fala. Em relação a confiar nas pessoas, ele era igualzinho à mãe.

E eu que já me tinha esquecido que ela era mesmo assim. Até parecia que conseguia ver a aura das pessoas, sabendo se devia confiar ou não. E não me lembro de ela se enganar.

A esta altura, Annie era quase parte da família e a prova era que elas estavam as duas na cozinha, enquanto eu e o meu filho víamos um filme no quarto dele, sentados no chão e com os brinquedos já todos espalhados.

publicado por Twihistorias às 18:30

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
13
15
16

19
20
24
25

26
28


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
O nosso facebook
facebook.com/twihistorias
Obrigatório visitar
summercullen.blogs.sapo.pt silvercullen.blogs.sapo.pt burymeinyourheart.blogs.sapo.pt debbieoliveiradiary.blogs.sapo.pt midnighthowl.blogs.sapo.pt blog-da-margarida.blogs.sapo.pt unbreakablelove.blogs.sapo.pt dailydreaming.blogs.sapo.pt/ http://twiwords.blogs.sapo.pt/
Contador
Free counter and web stats
blogs SAPO