22
Out 12

 

 

 

Estacionei o meu carro de frente á sua porta. Esperava que Kate se despachasse em 10 minutos, volvidos 20 desistira de uma passagem rápida.

Revi o meu "itenerário" mental, por falta de melhor palavra. Ir a Italia falar com a Mafia de "roupão vermelho". Florida perceber o que se passa com a família da miúda. Matar dois coelhos com uma só caçadeira e desaparecer por uns tempos.

Kate apareceu pouco depois, com uma enorme mala de viagem e um sorriso de entusíasmo. Guardei o objecto no porta bagagens e preparei-me para chegar ao aeroporto a tempo de apanhar um voo decente.

- Então tu não prestas mesmo para fugir de casa? - Desafiei.

- Hein? Não entendi.

- Oh!Tu sabes...aquela coisa toda de agarrar o primeiro trapinho que aparece e desaparecer no por de sol.

Ela fitou-me com irritação e respondeu na defensiva. Impossível usar o sentido de humor com esta rapariga.

- Desculpa se não sei preparar uma mala de viagem para quinze dias, numa manhã!

- Kate... Kate eu estava só a brincar.

Disse já exasperado.

Chegamos ao aeroporto com meia hora de atraso devido ao transito de Seattle.A minha irritação inicial escalara ao lembrar-me do voo de 12 horas até Montelpuciano. Não sabia como é que o resto da minha espécie aguentava, ficar parado horas com o sangue de humanos a palpitar num espaço fechado. Que delicía!

O check in foi bastante rápido, essencialmente porque tinha escolhido voar em 1º classe. Já no avião aproveitei o tempo para tentar sacar mais informações.

- Então Kate o que achaste da minha surpresa?

- De loucos! O que é que tens na cabeça!Nem sabes a desculpa que eu tive de dar na faculdade!

Beijei a sua mão e disse suavemente:

- E não valerá a pena?

- Acho que sim

- Porquê Italia?

- Por que não?

- "Okay" vou cair na tua armadilha...

- Fazes bem... Temos tempo,porque não me contas aquela história da tua família e os vampiros?

Disse sussurrando a ultima palavra.

- O quê? - Sorriu desconfiada - Não tens nada mais romantico para me dizer:

- Não nada,estou curioso! - Sorri entusiasmado.

- Okay...se te apetece uma história de terror eu posso ajudar... Simples, O meu pai e o meu tio foram treinados para descobrir e caçar vampiros. Sabem os truques todos. Como viciá-los em sangue humano, como desmebrá-los e queimá-los. Pelo menos era o que me diziam que devia fazer se visse algum.

- Isso parece fixe, não sabia que era assim que se matavam vampiros, pensava que era com uma estaca e um cruxifxo...

Mas como é que a miúda sabia isto...

- Era o que eles me diziam mas eu nunca acreditei nestas tretas!

Kate parecia incomodada,abriu o involvro da almofada pronta a descansar.

Decidi tentar uma ultima vez.

- Então mas como é que tu sabes se viste um vampiro?

- Ouve tu estás mesmo a obececar com isto Fred... Enfim... a descrição base é alguém extremamente branco, bastante atraente, mais que a maioria das pessoas, frio ao toque e,ouve esta,Brilha ao sol.

- Isso é muito estranho.Como é que alguém consegue brilhar ao sol?!

Ela já não conseguia esconder a irritação:

- Sei lá eu Fred! Para com isso! Já me estás a enervar!Vá eu vou dormir um pouco! Acorda-me quando chegarmos a Italia, sim?

- Claro desculpa não volta a acontecer...

Excruxiantes horas depois chegámos a Italia decidi acordar a princesa adormecida.

- Kate mi amore... Já chegamos a Italia.

Ainda com os olhos fechados ela sorriu-me e disse ensonada:

- Assim já gosto mais...

Deixei-a demorar o tempo que precisava, para recuperar as energias e o açucar, enquanto também eu fingia ter o corpo dormente e rígido do cansaço.

Mal voltou da casa de banho o humor de Kate parecia tão luminoso como a manhã em Milão.

Já no aeroporto perguntou:

- E agora... vamos por as coisas ao hotel? Ou dar uma volta e ver as vistas?

- Wow isso é que é energia, mas tenho uma ideia melhor. Pensei em alugarmos um carro e seguir para a minha casa em Montelpuciano.

- Tu?Tu tens uma casa em Italia?!

- Oh! Kate... Fofinha já deviamos ter estabelecido que eu tenho mesmo muito dinheiro.

- Cretino! - Disse ela a sorrir e depois acrescentou - Então ainda bem que sou interesseira...

- Touché!

Dois dias passaram desde que chegámos a Italia o meu encontro com os Volturi estava marcado para dalí a duas horas. E neste momento estava a estupidamente a observar a pequena,dormir pacíficamente no quarto de hóspedes.Se a reunião corresse como esperava passaria a próxima noite no meu. Não era má companhia e o seu corpo há muito que me tentava. Se o Edward Cullen conseguira em também sucederia em dormircom uma humana.

Decidi trazer-lhe o pequeno almoço na cama. Apressei-me a vestir a minha gabardine e dirigi-me á melhor pastelaria local. Escolhi duas excelentes iguarias "Biscotti" e "Cannoli" e como não podia deixar de ser café expresso a ferver. O aroma era inebriante e combinado com a reacção hilariante dos Italianos á minha gabardine no pino do verão, deixáva-me  bem disposto.

Demorei menos de  1hora, contando com ver as vistas e consultar o email. Esperava ouvir o som do chuveiro mas em vez disso a casa continuava silenciosa. "Dorminhoca" pensei com alguma compaixão.

Preparei um tabuleiro com o café quente,os doces, uma flor e claro,um guia da cidade, para que Kate se entretesse durante a reunião.

Subi as escadas com o meu melhor "Bongiurno!" preparado. Mas o quarto estava vazio.

Estranho...

Teria ela decidido dar uma volta sozinha, para absorver o ambiente e essas tangas... Faria ela alguma espécie de exercicio oriental para organizar as energias? Teria ido á minha procura?

Todas estas opções eram razoáveis, mas inquietava-me saber que me encontrava na "Volturilandia".

E agora o que fazia? Ia á sua procura?

 

OPÇÕES:

A) Fred vai á sua procura

B) Aceita que foi dar uma volta e segue para a reunião dos Volturi

publicado por Twihistorias às 18:30

3 comentários:
B
Leticia a 22 de Outubro de 2012 às 23:01

A
Marcela Thomé a 22 de Outubro de 2012 às 23:22

B.
tixxa a 23 de Outubro de 2012 às 12:21

Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

15
18
19
20

25
27

30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

32 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O nosso facebook
facebook.com/twihistorias
Obrigatório visitar
summercullen.blogs.sapo.pt silvercullen.blogs.sapo.pt burymeinyourheart.blogs.sapo.pt debbieoliveiradiary.blogs.sapo.pt midnighthowl.blogs.sapo.pt blog-da-margarida.blogs.sapo.pt unbreakablelove.blogs.sapo.pt dailydreaming.blogs.sapo.pt/ http://twiwords.blogs.sapo.pt/
Contador
Free counter and web stats
blogs SAPO