08
Jul 11

Bem meus queridos e queridas, a minha história, infelizmente, chegou ao fim.
Gostei muito de escrever esta fanfic. Não foi apenas uma fanfic, mas também foi uma parte de mim. Dos meus sentimentos.
Muito obrigada por tudo o que voces fizeram por esta história! Voces sao demais acreditem.
Bem, vejam lá a surpresa que eu vos preparei e digam o que acham.
Twikisses e até à próxima!
 
(:

 

Alexandra Cruz

 

 

Capitulo 53

 

publicado por Twihistorias às 18:00

01
Jul 11

Capitulo 52

 

Estava curiosa com a nossa lua-de-mel. Foi oferecida pela Esme e o Carlisle, mas não sei para onde vamos. No dia a seguir à nossa noite de núpcias, fomos para o aeroporto bem cedo. O Jacob estava um pouco sonolento e um pouco resmungão.

- Podia estar em casa a dormir, mas não! Estou à espera de um avião que nem sei para onde me vai levar! – Suspirei e agarrei no braço dele.

- Oh amor calma. – Beijei-lhe a bochecha e sorri. – Vamos para um bom lugar, tenho a certeza! – Ele suspirou e deitou a minha cabeça no ombro dele e pousou a dele sobre a minha.

- Desculpa amor desculpa. Estou só um pouco cansado. – Beijou-me a cabeça devagar e fez-me uma festa devagar na cara.

Depois chamaram-nos para a porta de embarque. Soubemos que éramos nos, porque a Esme tinha dito qual o número do nosso bilhete. Deixem-me explicar; a Esme pediu ao responsável do aeroporto que não nos dissesse para onde nos íamos viajar, ou seja, a companhia aérea ficava os bilhetes e só nos davam a entrada do avião (ou seja, usou as cunhas dela).

Mas bem, viajamos durante horas a fio até que aterramos num sítio quente.

- Oh meu Deus! Hawai! – Exclamou Jake. Agarrei a mão dele e beijei-o.

- Pois é meu amor! Ai! Ai amor tenho de te ter cuidado com o sol. – Mal eu disse aquilo, o Jake abraçou-me e tapou-me.

- Sim amor claro. Mas porque raio a Esme enviou-nos para uma ilha tropical?

- Calma amor! De certeza que vamos para um sitio onde não está ninguém. Conheço a Esme…

 

Passado umas horas, chegamos a uma pequena ilha e lá, estava uma casa moderna e aberta, virada para o mar.

- Tal como a lua-de-mel dos meus pais… - Disse sorrindo pasmada com aquele cenário.

- Uau! Eu vou adorar comer à pala! – Comecei-me a rir e beijei-o devagar.

- Vamos tomar banho meu amor? – Jacob agarrou-me na cintura e beijou-me o pescoço.

- Vamos minha mulher, vamos. – Sorri e ele beijou-me o dedo em que o meu anel estava e beijou-me os lábios.

- Eu amo-te Jacob! E só isso, já me faz sentir a pessoas mais especial e feliz do mundo. Obrigada pelo amor que me dás. És fantástico meu amor! – Ele sorriu ligeiramente e envolveu os braços no meu corpo e beijou-me a cabeça.

- Vamos ter imenso tempo na vida e te garanto, que vais fartar-te de me ouvir. -  Soltei uma gargalhada e levei-o para dentro de casa.

Andamos às voltas dentro de casa por mais de uma hora a “pesquisar” todos os sítios da casa. Enquanto Jacob preparava o nosso banho, fui à minha mala ver o que a Alice me tinha colocado para…bem…noite… e … pois, acho que o Jacob vai ficar espantado com o que vir.

A nossa vida privada é-nos muito especial, assim como a muitos casais, normais, na sociedade. Não tenho vergonhas com ele, mas agora acho um pouco estranho, porque o casamento é como um passo para nos tornarmos adultos. Já não podemos pensar como crianças, mas sim como adultos.

- A água está… - Depois calou-se e fui ter com ele à casa-de-banho. Jacob coçava a cabeça meio indeciso e começava-se a rir.

- Acho que está boa para ti amor. – Sorri e beijei-lhe a cabeça.

- Sim amor deve estar, não te preocupes. Deixa-me só preparar a roupa.

 

Ao jantar, Jacob devorava uma perna de frango, enquanto que eu apenas bebia sangue. Mas não naqueles copos de vidro, porque sei que isso deixaria o Jacob mal-disposto.

- Jacob, tem calma! O frango não foge ok? – Acalmei-o sorrindo.

- Eu sei amor eu sei mas, hmm! Este frango é delicioso! – Sorri ligeiramente e beijei-lhe a bochecha.

- Tenho de aprender a cozinhar não tenho? – Ele limpou a boca e suspirou, encostando-se à cadeira.

- Podes sempre mandar vir de um restaurante, mas isso seria muito dinheiro, todos os dias… - Comecei-me a rir e abracei-me a ele.

- Havemos de arranjar uma solução para os nossos problemas. Não vamos amor? – Olhei para ele e os seus olhos miravam o frango.

- Deixa-me só acabar de jantar, deixas-me amor? – Pediu-me fazendo um olhar de cachorrinho abandonado. Levantei-me e beijei-lhe a cabeça.

- Vou lavar os dentes amor e vou-me deitar ok?

- Uhhh deitar! Na cama! – Fiquei pasmada a olhar para ele e mandei-lhe com a minha sapatilha à cabeça.

- Auuu!!! – Reclamou. – Então amor?! Isso faz-se?

- Se continuas a comportar-te assim… vai ser pior! – Ouvi-o a engolir a seco e o seu coração a bater cada vez mais depressa. Esta lua-de-mel ia ser fantástica!

publicado por Twihistorias às 18:00

19
Jun 11

Capítulo 51

 

(2 meses depois)

Versão da Nessie

O meu vestido assentava-me perfeitamente no corpo e o véu era segurado por uma pequena tiara oferecida pela Rosalie. Os meus cabelos ruivos ondulados caiam pelas minhas costas dando-me um ar de uma jovem adulta. Jacob estava no altar improvisado construído no jardim da minha casa à minha espera e eu ouvia o seu coração e bater com força. Eu também estava nervosa, mas respirava fundo várias vezes. A Alice mexia e remexia no vestido vezes sem conta e a minha mãe olhava-me admirada.

- Estás mesmo bonita filha! Nem pareces tu! – Exclamou a minha mãe. Sorri-lhe e olhei mais uma vez para o espelho.

- Ok. Estou pronta… podemos ir. Pai?! – Ele apareceu no seu smoking azul-escuro com um ligeiro sorriso na cara.

- Estás magnífico pai! – Sorri-lhe e ele beijou-me a testa e segurou-me na mão.

- Estás fantástica filha! Nem pareces tu. – Sorri-lhe mesmo querida e preparei-me para descer as escadas.

- Ahm Renesmee?

- Sim pai?

- Preciso de te dar uma palavrinha. Senta-te aqui. – Sentei-me a seu lado e olhei para ele. – Estás linda e eu só te quero dar os parabéns. E eu sei que o Jacob te vai tratar como uma verdadeira rainha. E, vou-vos oferecer a lua-de-mel, mas não me perguntem onde é. É segredo! – Eu até já lhe perguntar, mas ele cortou-me as bases. Sorri-lhe e abracei-o com força. – Sê feliz minha filha! Apoio-te em todas as tuas decisões! Prometo! Adoro-te filha! Estou orgulhoso de ti! – As suas palavras fizeram com que eu deixasse cair uma lágrima. Mal a Alice ouviu a lágrima a cair correu para a nossa beira.

- Não não não Edward pára! Olha o que estás a fazer! Ela está a estragar a maquilhagem toda! – Comecei-me a rir e a Alice retocou a minha maquilhagem.

- Alice, tenho de ir! Deixa estar a maquilhagem! – Levantei-me à pressa, olhei-me ao espelho e sorri. – Óptimo! Obrigada Alice! – Desci as escadas e cheguei ao jardim, com o meu pai a meu lado. Olhei para Jacob e sorri. Este deixou cair uma lágrima quando viu o meu vestido bege cai-cai e de seguida largou um grande sorriso. Limpava as lágrimas meio desajeitado e ajeitou o seu fato.

Quando cheguei a ele, sorri envergonhada e o meu pai beijou-me a testa a sorrir.

- Toma bem conta dela, ouviste? – Sorriu para ele e deu-lhe um aperto de mão.

- Não te preocupes Edward. Não será como da outra vez. – O meu pai sorriu ligeiramente e beijou-me a testa uma vez mais. Olhei para o Jake a sorrir e segurei-lhe a mão e disse, apenas com o toque.

- Estou nervosa Jake. – Ele fez-me uma festa e aproximou-se de mim.

- Não estejas. Está tudo bem. – Sorri-lhe e viramo-nos de frente para o…padre? Ok estranho… mas, é mais estranho ver o Jacob de fato e gravata. Não parecia nada ele. Era tanto… antiquo, mas pronto. O que me interessa é que este era o meu Jacob, o meu amor. Juntos para sempre e só isso é que interessava para mim.

Ficamos ali durante uma hora a ouvir o padre e quando chegou à parte do “sim”, o meu coração batia cada vez mais depressa. E mais depressa bateu, quando senti o anel no meu dedo e o Jacob a beijar-me, apertando-me contra ele. Sentia todo o seu calor e amor no beijo. Segurei-me a ele e sorri. Através do toque, mostrei-lhe tudo o que sentia, tudo o que achava dele e que queria ficar com ele para sempre, rodeada do seu amor e carinho e quem sabe, se ambos podermos, os nossos filhos.

Senti ele a sorrir e beijou-me a bochecha.

- Não te preocupes, teremos muito tempo para isso meu amor. – Trocamos mais um beijo. Um beijo calmo e duradouro. Um beijo que ficaria para sempre gravado nos nossos corações.

publicado por Twihistorias às 18:00

27
Mai 11

Capítulo 50

 

Versão da Nessie

Caminhei lentamente pelo bosque molhado e verde. Tentava encontrar o Bryan através do seu cheiro. Confesso que já não me lembrava muito bem do seu cheiro. O meu coração batia fortemente, mais do que o normal. Estava ansiosa por voltar a vê-lo. Ele pode ter feito coisas no passado não muito boas, mas ele era meu amigo. Ajudou-me imenso quando o Jake me tinha traído.

Ouvi um barulho na floresta e automaticamente virei a minha cabeça.

- Bryan? – Chamei meia nervosa. Mais uma vez, alguma coisa mexeu-se. Olhei para a frente outra vez e dei um grito quando o Bryan estava à minha frente. Os seus olhos, vermelhos vivos e as suas mãos, pálidas e duras como a mármore, seguravam nas minhas mãos.

- Olá Renesmee. – Libertou um sorriso e eu ainda estava meia pasmada com o que estava a ver.

- O que te fizeram Bryan? – Segurei na sua cara e comecei a chorar. Não sei porquê, mas chorei.

- Shhhh, estou bem. Apenas agora, alimento-me de sangue humano… - Afastei-me dele com medo e ele voltou a segurar-me.

- Não calma! Eu não te vou fazer mal! Era incapaz! Tem calma por favor…ouve-me… sei que te vais casar… - Baixei a cabeça e olhei para o meu anel. Suspirei e voltei a olhá-lo nos olhos.

- Sim vou… - Queria dizer mais alguma coisa, mas as palavras simplesmente não me saiam.

- Estou feliz por ti… apesar de te amar, quero que sejas feliz… nem que seja com aquele rafeiro de meia tigela.

- Não fales assim do Jacob por favor. – A minha voz saiu um pouco mal… muito dura e má. Quando o olhei, os meus olhos transmitiam tristeza.

- Que se passa Renesmee? Porquê que estás triste? Não te queres casar com ele é isso? – Abanei a cabeça e olhei para o chão.

- Claro que me quero casar com ele Bryan! Eu amo-o! – Respondi meia enervada.

- Pois, mas ele magoou-te, lembraste? Traiu-te…

- Com aquela rafeira de meia tigela. – Interrompi. Libertei-me dele e suspirei.

- Diz-me o que tu queres. – Disse zangada. Ele franziu a testa e deu um passo para trás.

- Queria te ver apenas. – Respondeu olhando-me nos olhos e depois para o meu corpo.

- Ok já me viste. Podes ir e nunca mais voltar. – Os seus olhos olharam para os meus magoados e suspirou.

- Porquê que me estás a fazer isto Renesmee?

- Não te estou a fazer nada. Estou-te a poupar de muita coisa. Agora sai. Vai-te embora por favor. Deixa-me ser feliz com o Jacob. – Magoei a mim mesma e ao Bryan, mas tinha de ser assim, porque não podia dar-lhe falsas esperanças. Amo o Jacob e nunca mais o vou deixar.

- Tu não voltes a falar assim para mim! – Agarrou-me com força e mandei um grito. Foi ai que ouvi o Jacob, o resto da alcateia e a minha família a correr na minha direcção. O Bryan tentou levar-me com ele, mas eu lutei contra a força dele.

- Larga-a Bryan! – Gritou o meu pai, mas o Bryan nada fez. O Jacob saltou encima dele e os dois começaram a andar a pancada.

- Emmett faz alguma coisa! Sam, Seth por favor!!! – Todos os lobos afastaram o Jacob e os vampiros seguraram no Bryan. Abracei-me a Jacob, mesmo este estando descontrolado. Acalmei-o e fiz festas no seu pêlo.

- Calma amor. Está tudo bem. Não e preciso ficares nervoso. – Agarrou-me na camisola com boca e puxou-me para detrás de uma árvore. Transformou-se em humano e vestiu os calções.

- Vamos embora. – Ele suava e tremia por todo o lado. Agarrei a sua mão e beijei-a.

- Calma amor. Estás muito nervoso. Isso não te faz bem. – Disse-lhe abraçando-o, mas ele continuava muito nervoso.

- Es-tou pa-ra ma-tá-lo! E-le nun-ca mais! vai-te to-car! Ou eu ma-to-o! – Parei de andar e olhei-o nos olhos. uma lágrima caiu do meu rosto e ele limpou-a logo acalmando-se.

- Jake… - Ele beijou-me os lábios e abraçou-me com força.

- Shhhh desculpa amor. – Ficamos ali abraçados por uns minutos e ele a beijar-me e a acariciar-me. Estava muito triste e com medo do que ele acabou de dizer.

publicado por Twihistorias às 22:03

24
Mai 11

Nota da autora da fic:

Olá fãs da Back Home=New Love!
Espero que a minha imaginação tenha resultado numa boa história.
Desde já, peço desculpa se disse algo obsceno e que voces não gostaram, mas nunca pensei em postar aqui a minha história portanto, não ia fazer mudanças.
Mas bem, estava eu a escrever o capitulo 51, quando eu tive uma brilhante ideia para o capitulo final. Digo desde já que é fantastica e que a maior parte dos meus "fãs", vão ficar boquiabertos.
Beijinhos a todos e obrigada por tudo!

 

E agora o capítulo que faltava, pedimos desculpa!!

Capítulo 48

 

Versão da Nessie

Como é que eu ia dizer aos meus pais que me ia casar? Pior! E se os meus pais não me deixavam casar com o Jacob!?

Eu já tenho idade suficiente para ser feliz, responsável e viver sozinha (neste caso com o Jacob).

Eu quero o Jacob para mim, pois ele é a minha vida. Apesar dos altos e baixos, sempre nos protegemos um ao outro e sempre fomos um só.

Eu quero o Jacob comigo. Por isso é que aceitei casar com ele, porque sei que com ele serei feliz.

Bryan. Não sei porquê mas o seu nome veio-me á cabeça. Talvez por saudade… sim porque eu já não o via há imenso tempo e passei tempos fantásticos com ele. Queria estar com ele… Ai Renesmee pára com isso! Vais-te casar vá! Agora vais-te concentrar no teu casamento com o Jacob!

- Nessie? – Ouvi o meu futuro marido a chamar por mim e virei a minha cara para ele.

- Sim amor? Que se passa? – Ele beijou-me a testa ligeiramente e afagou-me o braço.

- Queres falar com a Alice? Ela adora essas coisas todas de casamento e isso e ela pode-te ajudar. Eu também estou aqui meu amor. Posso sempre te ajudar. – Sorri ligeiramente e suspirei. Como é que eu alguma vez pude estar afastada dele aquele tempo todo? As saudades apertavam sempre que ele tinha de ir fazer as rondas. Cada momento, cada segundo, cada minuto, cada hora que passava era como que fosse uma vida inteira. Ele agora estava comigo para sempre e nada nem ninguém nos ia separar.

Ia a falar, quando a Leah veio a correr ter connosco.

- Jacob tens de vir rápido! Nómadas na nossa terra! – O Jake apenas tempo teve para beijar a minha testa e saiu disparado. E pronto. Mais uma vez, ele teve de me trocar pela alcateia.

Tomei a decisão de contar a toda a gente que me ia casar com o Jacob. Estava nervosa e o meu coração batia mais do que o normal. Tentava pensar noutras coisas para o meu pai não ver o meu pensamento. Talvez naquele livro que li ontem… ok Nessie concentra-te por favor!

Estavam todos na sala quando ia dar a notícia. Respirei fundo, fechei os olhos e pensei no Jacob enquanto sorria ligeiramente.

Versão do Jacob

Corria mais depressa do que o normal. Deixei a minha Nessie ali sozinha sem a ter ajudado com o casamento. Meu deus! Sou um péssimo noivo! Ok. Jacob concentra-te. Concentra-te no cheiro. Concentra-te…concentra-te…concentra-te…

Fez-se um silêncio na minha cabeça até que encontrei o vampiro e corri para ele. Quando o vi não queria acreditar. Era o Bryan.

- Olha o Jake! Então Jacob? Como andas? Importas-te que vá ver a tua miúda? – Começou-se a rir de forma maléfica e eu mostrei-lhe os dentes. – Ahahah calma lá rapaz! Só quero dar os parabéns! Sei que se vão casar! Será? – Dei um passo enfrente e saltei para cima dele pronto a morder-lhe. A raiva apoderou-se de mim de tal modo que eu estava descontrolado, mas alguém veio contra mim derrubando-me. Quando dei por mim, era a Marie que estava transformado em lobo. Nem queria acreditar.

- Deixa-o em paz Black. – Fiquei meio baralhado. Ia a falar, mas a Leah meteu-se.

- O que andas aqui a fazer com essa sanguessuga? Saiam daqui o mais rápido possível! – A Marie rosnou-lhe e virou-se para mim. – Viemos para o casamento. Ordens dos Volturi.

Mas o que raio queria os Volturi saber sobre o meu casamento?

- Saiam daqui! Rápido! Não vos queremos aqui! Estão-me a deixar nervosa!! – Gritou Leah já enervada. O que teria eu de fazer? Sentia-me o alfa.

- Leah, toma conta deles. Volto já. Chama o Sam e o resto a alcateia! – Deixei Leah com eles e corri para casa da Nessie. Precisava da ajuda dos Cullen.

publicado por Twihistorias às 18:42

18
Mai 11

Capítulo 49

 

Mal cheguei lá, transformei-me em humano e vesti uns calções que tinha no quarto da Nessie. Desci as escadas e encontrei o Edward.

- Edward, preciso da tua ajuda. – Automaticamente ele leu os meus pensamentos e os seus olhos cresceram, petrificando-se no meu olhar. Deu meia volta e em segundos saiu da minha beira. Ouvi-o a falar com o resto dos Cullen e a Nessie desceu as escadas suavemente, beijando a minha bochecha de seguida.

- Jacob? O que se passou? Estás bem? – Abracei-a para a confortar e beijei-lhe a cabeça, encostando-a ao meu peito.

- Estou bem meu amor. Não tens de te preocupar com nada. Eu protejo-te. sempre. – Ela fitou-me e colocou a sua mão na minha cara. Ela transmitia insegurança, tristeza, saudade, preocupação e amor. Beijei-lhe a mão suavemente e olhei-a nos olhos. Não suportaria perdê-la uma vez mais. Todo aquele sofrimento, aquela angústia de a ver e não poder tocá-la, beijá-la, acariciá-la, protegê-la e tê-la nos meus braços. Mas agora, tudo estava diferente. Ia-me casar com ela e poder ser feliz com ela para sempre. Beijei os seus lábios devagar e afaguei-lhe as bochechas com os dedos.

- Amo-te! – Um pequeno sorriso invadiu-lhe a cara e beijou-me os lábios devagar.

- Eu também, meu noivo. – Foi nesse instante que o Edward entrou na sala juntamente com os Cullen. Fiquei desesperado porque ele podia ter ouvido alguma coisa.

Olhei-o nos olhos e estes transbordavam um pouco de raiva, mas depois simpatia e alegria. O quê? O Edward Cullen? Naa devo estar a sonhar só pode.

- Pai… - Nessie olhou-o um pouco envergonhada e nervosa. Segurei-a nos braços por trás e apertei-a contra mim.

- Vais-te casar Renesmee? – Perguntou Edward num tom suave. Ela sorriu e disse sim com a cabeça.

- Sim pai vou. E nada me vai…

- Não te preocupes. Eu não te vou impedir de ficares com o Jacob. Agora sei que ele te fará feliz. – Um sorriso apareceu na cara de Edward e Nessie correu para ele e abraçou-o com força.

- Obrigada pai! Nem sabes o quão importante isso é para mim! – Ele beijou-lhe a cabeça e encostou-a no peito dele. De seguida, Rosalie e o resto dos Cullen entraram na sala.

- Oh meu Deus Renesmee! Vais-te casar!? – Ela sorriu e abanou a cabeça afirmamente. Depois fitou Rosalie e esta olhava-a meia chateada. Renesmee deu dois passos na direcção de Rosalie e segurou nas mãos dela.

- Tia… por favor. Preciso da tua ajuda para o casamento. O Jacob é o homem que eu amo e para sempre quero ficar com ele. Não estejas zangada. Por favor Rosie… - Ela suspirou e afagou-lhe as mãos.

- Não te preocupes. Irei ajudar-te e tudo! – Beijou-lhe a testa e Nessie abraçou-a. Um ligeiro sorriso apareceu na minha cara e acenei com a cabeça lentamente para a Rosalie.

- Ok pessoal. Eu também estou contente por vocês, mas nós temos um problema. – Disse Emmett abraçando Rosalie por trás. Agarrei a Nessie com força junto ao meu peito.

- Sim temos. O Bryan e a sua, loba estão nas terras deles. O Bryan quer a Nessie. – Nesse mesmo momento, a Nessie agarrou-se mais a mim e eu a ela.

- Edward, deixa-me levá-la para minha casa. Ela estará mais segura lá. – Pedi olhado para ele. Por momentos ele ficou a pensar.

- Não. Ela não sai daqui! – Automaticamente, Bella segurou Renesmee nos seus braços e lançou o seu escudo para a proteger.

Todos começaram a falar ao mesmo tempo e a dizer com quem a Renesmee deveria ficar.

- Ouçam todos! – Ordenou Renesmee num tom autoritário. – Não vamos criar uma confusão para os Volturi virem cá. Eu vou ter com o Bryan e ver o que ele quer.

- Não! – Respondi meio nervoso. Concentra-te Jacob.

- Sim Jake, só assim sei o que ele quer de mim. Se falar com ele tudo se vai acalmar. Por favor, deixem-me falar com ele. – Abracei-a e levei-a para o quarto e comecei a chorar. Nessie ficou boquiaberta e colocou a minha cabeça no peito dela.

- Calma amor. Não chores. Vai tudo correr bem. Por favor confia em mim. Deixa-me só falar com ele. – Suspirei fundo e apertei-a mais contra mim. – Eu fico bem. Irei ficar entre a minha casa e a reserva. Conheço bem o bosque e sou bastante rápida. Vá lá Jake… - Olhei-a nos olhos e limpei as minhas lágrimas.

- Se precisares de alguma coisa, apenas tens de gritar. – Ela sorriu e beijou-me lentamente.

- Sim amor. Não te preocupes. Amo-te. – Saiu do quarto e em seguida, de casa. Mais lágrimas caíram da minha cara. Estava muito nervoso. Tinha de me acalmar e estar atento.

publicado por Twihistorias às 20:10

09
Mai 11

Capitulo 47

 

Jacob ajoelhou-se á minha frente e pegou na minha mão.

- Já passamos por imensas coisas, mas quero-te dizer que te amo muito e quero que sejas minha para sempre. – Fiquei boquiaberta a olhar para ele.

- Ahm Jacob, porquê que estás a fazer isto? O que se passa? – Ele pestanejou os olhos e abanou a cabeça.

- Deixa-me falar Nessie senão perco a coragem. – Continuei boquiaberta a olhar para ele e com as lágrimas quase nos olhos. – Eu quero ser teu para sempre Nessie…. Por isso…- Pegou numa caixa vermelha de veludo e abriu-a. Lá dentro estava um anel extremamente lindo e simples. Coloquei a minha mão na boca e chorava imenso. Ele sorriu e tirou o anel para fora. – Queres casar comigo Renesmee Carlie Cullen? – Sorri imenso e abanei afirmamente a cabeça.

- Sim Jacob quero! Quero ser tua para sempre!! – Ele sorriu e colocou o anel no meu dedo. Aquele momento era perfeito! Ele era perfeito! Era meu e sempre será meu! Agarrei-me a ele e beijei-o com amor. Sentia-me tão feliz e segura nos seus braços. Sentia-me realizada. Sentia-me especial. Jacob era especial para mim, ele era tudo para mim. Ele era o meu sol, a minha luz, o meu caminho. Com ele sentia-me… epá! Com ele era feliz e apenas isso bastava. Eu fazia-o feliz e ele fazia-me mais do que feliz.

- Agora seremos um só! – Disse-me olhando-me nos olhos e segurando a minha anca. Sorri-lhe e dei-lhe um bate chapas amoroso.

- Sempre fomos um só Jacob. Sempre! – Ele beijou-me apaixonadamente e deitou-se por cima de mim na cama. As suas mãos passeavam o meu corpo como se fosse a primeira vez e os seus lábios exploravam o meu pescoço e o meu peito. Lentamente fomos tirando a roupa a ambos.

Quando o senti em mim sorri. Estar com ele era espectacular. Estar com ele era o momento mais feliz da minha vida. Estar com o Jacob era como estar com a minha alegria.

Versão do Bryan

- A Renesmee e o Jacob vão casar! – Ouvi Aro a comentar. Senti o veneno na minha garganta e a raiva acumulou-se.

- Vão? Oh que esplêndido! Podemos enviar-lhe uma prenda de casamento! Acho que eles vão gostar! – Respondeu Caius. Serrei a minha mão em punho e caminhei para o portão.

- Onde vais Bryan? – Perguntou Jane parando atrás de mim.

- Vou tratar de uns assuntos! – De repente, senti uma dor pontiaguda por todo o meu corpo e debrucei-me para trás com toda a força e gritei.

- Pára Jane! Deixa o Bryan! – Ordenou Aro. Jane assim o fez e eu endireitei-me olhando para o Aro.

- Onde vai meu caro Bryan? – Arghh!!! Odiava estas formalidades!

- Vou a Forks falar com a Nessie! Não quero que este casamento se realize! – Saí porta fora e corri o mais rápido que pude para o aeroporto.

Algumas horas depois…

Mal aterrei em Forks, corri para a casa dos Cullen, mas antes tive de parar para beber. Senti o cheiro de sangue humano e outro de um alce. Certamente o sangue humano era muito mais apetecível e sempre me deixara satisfeito. Corri para o cheiro daquele sangue majestoso e mal encontrei a pessoa, verifiquei o seu passado.

Já tinha assaltado umas lojas e recentemente assaltou uma joalharia. Matou uma pessoa e… oh isto chega!

Saltei-lhe encima, puxei-o para dentro da floresta e mordi o seu pescoço, sugando o seu sangue. Passando uns minutos, o humano estava inconsciente. Continuei a sugar o seu sangue até o seu coração parar de bater, começou a perder o seu calor até que morreu. Enterrei-o a uns metros daquele lugar e limpei-me.

Agora tenho de falar com a Nessie! Não pode passar de hoje!

publicado por Twihistorias às 19:00

03
Mai 11

Capitulo 46

Versão do Jacob

O quê que fazíamos agora? Se vivêssemos num mundo diferente, eu transformava-me agora mesmo e saltava-lhe encima e o Emmett atacava-o talvez, mas nós não vivemos num mundo diferente. Tivemos de fazer-nos passar por humanos indefesos.

Quando o ladrão viu-nos, apontou-nos a arma todo atrapalhado. O seu coração batia fortemente e respirava descontroladamente.

- No chão já!!! – Ordenou o assaltante. Fizemos o que ele mandou e ele virou-se para o dono da joalharia. Este, todo atrapalhado, deu-lhe as jóias todas e saiu da loja a correr. O Emmett correu atrás dele e eu fiquei na joalharia sem saber o que fazer.

Versão do Emmett

Apanhei ladrão em menos de nada e obriguei-o a devolver as jóias. Ele mandou-me um tiro na barriga, mas de lá não saiu nada. Ele fitou-me boquiaberto.

- As jóias agora ou morres! – Ele não queria dar e então eu tive de lhe mostrar os meus dentes. Ele simplesmente desmaiou e eu peguei nas jóias e voltei para com as jóias.

- Oh obrigado!! Eu nem sei o que lhe dizer!! O senhor é um santo!! – Soltei uma pequena gargalhada e voltei-me para o Jacob.

- Oh não foi nada! As vezes temos de nos fazer de duros! – Respondi voltando-me para o dono da joalharia.

- O que vai ser? Desconto de 50% por cento!! – O Jacob largou um grande sorriso e começou á procura de um anel. Eu já sabia que ele ia dar um sem valor nenhum, portanto escolhi eu.

- Quero um anel simples, em ouro, com uma pedra de diamante no meio. – Jacob olhou-me meio desconfiado e eu elevei as mãos ao nível da minha barriga. - Eu sei do quê que a minha sobrinha gosta Jake. Acalma-te!! – Ele soltou uma gargalhada num suspiro e sorriu.

- Este aqui? – Perguntou o joalheiro.

Versão da Nessie

O tio Emmett e o Jacob andam a planear alguma. Eu sei que sim!! Eu conhece-os! Mas o que será?

- Pensando no Jacob minha adorada Renesmee? – Perguntou Alice rodopiando-me.

- Sim… e no tio Emmett! O quê que o tio Emmett e o Jacob andam a planear Alice? – Perguntei meia desconfiada.

Ela começou a ajeitar umas flores e não me respondeu logo.

- Coisas de homens Renesmee, não precisas de te preocupar!! – Suspirei e aproximei-me dela.

- Que tipo de coisas Alice? – Perguntei tocando na sua mão tentando fazer o meu “jogo”. Se eu lhe dissesse através do toque que o Emmett disse á Alice para me contar, ela contava-me.

- Isso não resulta comigo Renesmee Cullen! Eu sei defender-me!! – E afastou-se num segundo para o outro canto da cozinha.

- Oh está bem Alice! Apenas queria saber o que andam eles a esconder-me. – Ela suspirou a sorrir. – ALICE!! Tu sabes!!! E não me queres dizer!! – Ela soltou uma gargalhada e recebeu uma mensagem. Comecei, lentamente, a caminhar para a beira dela, para tentar ver a mensagem, mas nesse mesmo instante, ela apagou-a. Que raiva!!

- Cheguei! – Exclamou o tio Emmett sorrindo. Olhei-o com os olhos semi-cerrados e os braços cruzados.

- Olá amor! – Disse Jacob beijando-me os lábios com amor.

- Por onde andaste? – Perguntei eu olhando-o nos olhos. Ele coçou a cabeça e fitou o chão, como se ele fosse mais interessante.

- Fui fazer umas coisas com o Emmett, porque? – Oh! Que lata não?

- Deves estar a gozar comigo só pode! – Exclamei um bocado alto. Ele fitou-me meio triste e segurou-me as mãos.

- Não Nessie não! Por favor não te zangues! Não agora! – Respondeu desesperado.

- O quê que tem o agora?? – Ele calou-me com o beijo e o Emmett só se ria.

- Isso foi um golpe baixo Jake! – Senti o Jake a suspirar e sorriu para mim. Fiquei rendida agora com o beijo dele. Agarrei a mão dele e levei-o para o meu quarto.

- Amor, que se passa? – Perguntei calmamente. Ele suspirou e beijou-me a bochecha.

publicado por Twihistorias às 21:51

27
Abr 11

Capítulo 45

 

Versão do Jacob

Ai ai ai ai o que vou eu dizer agora? Levantei-me e agarrei a cintura dela.

- Oh princesa já estás acordada? – Ela sorriu e encostou a cabeça dela ao peito.

- Sim amor já. Não consigo dormir mais. Mas do quê que estavam a falar afinal? – Voltou a perguntar. Estava a ficar já sem resposta para ela.

- Oh pronto, já descobriste tudo Nessie! O Jacob….

- Alice o que vais dizer? – Disse já irritado! Ai não! Ela não ia dizer que eu queria pedir a Nessie em casamento.

- O Jacob anda a aprender a dançar Renesmee! – Fiquei “horrorizado”! Eu? A dançar? Ai não! Não pode ser! Isto não pode ser verdade! Como é que é possível? Ai meu deus! Agora tenho mesmo de aprender. A Nessie vai querer ver-me a dançar.

A Renesmee virou-se para mim e soltou uma gargalhada.

- Oh amor tu? A dançar? Oh meu deus! Estou para ver isso! – Fiquei envergonhado e senti as minhas faces a ficarem mais quentes.

- Sim amor, estou a aprender a dançar para… - Ai ai ai ai já me ia descair!

- Para o quê amor? – Perguntou Nessie olhando-me nos olhos. Opa não gostava nada que ela me olhasse assim. Ia começar a bombardear perguntas já sabia! Conheço-a tão bem!

- Para nada amor. Apenas quero dançar contigo no casamento da Alice! – Óptima ideia! Agora vinguei-me na Alice! Apetecia-me dar gargalhadas enormes.

A Renesmee olhou para a Alice com os olhos a brilhar.

- Vais-te casar? Pela... – Depois parou (talvez para contar as vezes que a Alice e o Jasper se tenham casado) e voltou a falar – trigésima quinta vez!? – Soltei uma gargalhada audível e abracei-me á minha miúda.

- Ahm, ahm pois! Claro que vou Nessie!!! – Pisquei o olho á Alice e sorri.

- E se fossemos para o conforto da tua cama meu amor? – Perguntei á Nessie de maneira sensual ao seu ouvido. Ela sorriu e transmitiu um sim quando tocou no meu peito. Levei-a ao colo a correr para o quarto e ela soltava imensas gargalhadas.

- Amo-te Nessie! – Ai possa! Se não me faltasse o anel pedia-lhe já em casamento!

- Eu também Jake! – Sorri-lhe e beijei-a docemente. Passado uns minutos, envolvemo-nos no mais puro acto de amor.

Versão do Emmett

Mal cheguei a casa a Alice veio ter comigo.

- Ahh Emmett!!! Ainda bem que vieste! Preciso de falar contigo!! – Eishh já vinha aí coisa! Já sabia!

- Olha tens de ajudar o Jacob rápido! – Ok, porquê que eu ia ajudar um lobo, namorado da minha sobrinha? Quando olhei para as escadas, Jacob vinha a correr ter comigo.

- Meu preciso da tua ajuda rapidamente! – Ok, a Alice via o futuro dos lobos ou ele já lhe tinha dito?

- Da minha? O quê que andaste a fazer meu? – Ele deu-me um soco no braço devagar e sorriu.

- Não andei a fazer nada apenas quero que me ajudes a escolher um anel para a Nessie. Vou-lhe pedir em casamento mas 1-não tenho dinheiro para o anel e 2-conheces bem a tua sobrinha e sei que me podes pagar o anel. Eu depois pago-te o anel! Juro! – Opa este gajo matava-me! Comecei-me a rir tanto, mas tanto, que todo o pessoal ficou a olhar para mim espantado.

- Opa anda comigo. – Coloquei o braço por cima dos ombros dele e levei-o para a garagem, onde estava o meu carro.

- Onde me vais levar Emmett? – Perguntou Jacob preocupado. Comecei-me a rir outra vez e arranquei.

- Precisas de comprar o anel dah! – Ele soltou uma gargalhada e coçou a cabeça.

- Pois claro tens razão. Leva-me lá a essa joalharia. – Mal sabia ele onde eu o ia meter.

Passado uns minutos (sim porque eu sou bom a conduzir como sou a correr) chegamos a uma joalharia grande. Uma das mais visitadas em Portland.

- Opa tu estás bem!? Trouxeste-me aqui? – Perguntou Jacob indignado.

- Claro meu! Ou querias fazer um anel com os pauzinhos que encontras no chão de La Push? – Ele soltou uma gargalhada e suspirou.

- Vamos lá ver esses anéis. Quero um simples.

- Olha! Deixa que eu sei o que a minha sobrinha gosta está? – Ele levantou as mãos no ar e sorrio.

- Não digo mais nada meu! – Eu sorri de vitória e caminhei para dentro.

- Óptimo, porque sei que… - Naquele momento um homem, com um capuz preto e uma arma na mão apontou para o dono.

- AS JÓIAS JÁ!!!

publicado por Twihistorias às 18:00

21
Abr 11

Capítulo 44


Versão do Jacob

Contemplava a minha Nessie a dormir nos meus braços. Estava feliz por ela estar de volta. Como estava a pensar, eu… eu queria-me casar com ela! Sim queria! Queria poder vê-la num vestido branco, cabelos encaracolados, sorriso brilhante como sempre, a caminhar para mim. Ter um padre para casar um lobisomem e uma semi-vampira! Ter uma casa com um jardim grande, flores a toda a volta, os meus amigos e família, a família da Nessie e todo os nossos conhecidos! Não, não estou a ser meio feminino. Sou uma pessoa como as outras e gosto de pensar e sonhar alto. Mas, a quem contar que eu me ia casar? Eu não tinha o dinheiro suficiente para comprar-lhe o anel, o fato, preparar o casamento, nada! Nem em 4 meses conseguia ganhar dinheiro suficiente para pagar o casamento e depois a lua-de-mel! Como é que eu ia fazer? Se falasse com a alcateia, talvez eles me pudessem ajudar. Ou emprestavam dinheiro, ou ajudavam noutro tipo de coisas, mas... eles não iam ter dinheiro suficiente.

Talvez se falasse com um dos Cullen. Talvez com o Emmett para a escolha do anel, ou com a Bella (não, Bella não! Ela matava-me e cortava-me aos bocados! Fora da lista dos convocados! Bella) a Alice, bem…ela decidia trazer os paparazzis todos e ainda convidava a Paris Hilton para o meu casamento. Não, a Alice não. Oh mas ela tem jeito para este tipo de coisas. Para festas, vestidos, fatos e esses tipos de coisas. Hmm talvez sim talvez não. O Edward, bem… esse ai, pedir ao sogro ajuda para o casamento… não é lá grande ideia verdade seja dita! Mas talvez ajudasse. Ele também lê os pensamentos! Descobre logo o que eu ando a planear! Ai mas então, a quem pedir ajuda?! Esme? Carlisle? Rosalie? (Ai meu deus! Aquela loira pimpolhosa comia-me vivo! Rosalie) Jasper? Hmm não sei… talvez ele tentava usar os seus poderes contra mim. Epá não sei! Estou sem ideias e sem pessoal por um lado, queria fazer um casamento grande, com montes de convidados e mesmo lindo! Mas por outro, apenas queria casar-me com ela! Sermos felizes sem termos de lutar contra alguém para que a nossa relação resulte! Sem que haja problemas… apenas quero ser feliz com ela junto dela!

Suspirei e abanei ligeiramente a cabeça para que estes pensamentos se afastassem e me deixassem em paz por um pouco.

Levantei-me, beijei a cabeça da minha princesa e desci as escadas. Apenas Esme estava em casa. O resto, provavelmente, foi caçar. Esta era a minha oportunidade. Esme era querida, simpática, muito diferente dos outros vampiros.

- Oh! Olá Jacob! Tens fome é? – Perguntou-me amavelmente. Sorri ligeiramente e aproximei-me dela com a mão na barriga.

- Por acaso já petiscava algo! – Respondi sorrindo.

- Eu preparo-te algo. Senta ai no banco. – Assim fiz. Sentei-me e esperei que a minha sandes, sim porque sabia que era sandes que ela me ia fazer, viesse. Apenas via ela a correr de um lado para o outro mesmo rápido e quase que nem a via.

- Esme… Posso falar consigo? – Perguntei nervoso. Ela entregou-me a sandes e um copo de sumo e eu sorri em forma de agradecimento.

- Sim Jacob, claro que podes. – Inspirei fundo e trinquei a sandes.

- Quero-me casar com a Renesmee!! – Disse sorrindo. Ela fitou-me boquiaberta e sem reacção, mas depois sorriu.

- Oh meu deus! A serio?! Não acredito! Ela aceitou? – Ahm…não…

- Bem, para já não, porque eu ainda não a propus em casamento. Só pensei nisso agora enquanto ela dormia. – Respondi dando mais uma trinca grande na sandes.

- Bem isso é… UAU! Mas tens de falar com a Alice, pois ela é que percebe desse tipo de coisas! Desde o vestido até á lua-de-mel!

- Pois, mas o problema é o orçamento! Não há dinheiro suficiente para pagar um casamento grande como eu e a Nessie queremos. Não sou rico… - Baixei a minha cabeça para passar a fitar a mesa de mármore.

- E quem disse que ias pagar o casamento?? – Aquela voz… Alice!!!

- Alice!!! Oh meu deus ainda bem que chegaste! Ok, por favor, não me aches muito feminino, mas… eu não sei como propor a Nessie e que anel escolher! Por favor ajuda-me Alice! – Quando reparei, já eu segurava nas mãos dela e olhava-a nos olhos. Com muita rapidez larguei-me dela e recompus-me.

- Olha isso tem de ser com o Emmett! Fala com ele, porque ele é o mais ideal para isso, já que ele e a Rosalie estão sempre a casar-se! E ele sempre a oferecer-lhe anéis! Ele sabe o que a sobrinha gosta! – Suspirei sorrindo. Sentei-me já um pouco cansado e olhei para ela.

- E onde anda o Emmett? – Perguntei meio nervoso. E se a Nessie dizia não? Estava lixado!

- Ele estar a caçar com o resto do pessoal. Tem calma Jacob. Tudo vai correr bem! – Assegurou Alice sorrindo.

- O quê que vai correr bem? – Perguntou a minha linda princesa Renesmee. Fiquei boquiaberto com o facto de ela ter aparecido assim. Será que ela ouviu?

publicado por Twihistorias às 22:41

Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

32 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O nosso facebook
facebook.com/twihistorias
Obrigatório visitar
summercullen.blogs.sapo.pt silvercullen.blogs.sapo.pt burymeinyourheart.blogs.sapo.pt debbieoliveiradiary.blogs.sapo.pt midnighthowl.blogs.sapo.pt blog-da-margarida.blogs.sapo.pt unbreakablelove.blogs.sapo.pt dailydreaming.blogs.sapo.pt/ http://twiwords.blogs.sapo.pt/
Contador
Free counter and web stats
blogs SAPO