03
Out 11

Capítulo 5 – Segunda parte

Forks High School

 

Aviso: Nesta história o Jacob estuda na escola secundária de Forks e não na escola de La Push.

 

Segui rapidamente para o ginásio – faltavam poucos minutos para a aula começar e eu ainda tinha de trocar de roupa. Encontrei rapidamente um hall que dava acesso a dois balneários e segui o meu caminho pela porta que tinha um pequeno desenho de uma mulher com um guarda-chuva aberto em cima da sua cabeça. Assim que entrei na pequena divisão pude ver várias raparigas que, instantes antes estavam provavelmente a equipar-se, mas que agora me encaravam com olhos extremamente curiosos. Para me livrar rapidamente daquele embaraço decidi apresentar-me:

- Bom dia a todos! O meu nome é Michelle e eu sou a nova aluna. – Disse, tentando sorrir depois.

Uma rapariga de cabelos castanhos lisos e olhos grandes e curiosos deu um passo na minha direcção e disse visivelmente excitada:

- Olá Michelle, eu sou a Jéssica! Vou-te apresentar as nossas colegas para te ambientares antes de a aula começar.

Enquanto trocava de roupa Jéssica foi-me dizendo o nome de todas as minhas novas colegas e, deu-me também vários esclarecimentos sobre a escola e as aulas. Jéssica era efectivamente muito comunicativa mas, era também excessivamente observadora – enquanto eu me trocava observou minuciosamente cada peça de roupa que eu tirava e vestia, deixando-me algo desconfortável.

Quando a aula começou apresentei-me rapidamente ao professor e, de seguida, pus-me ao lado dos restantes membros da turma à espera de indicações sobre os exercícios que faríamos. Para minha infelicidade, o professor pediu-nos para formarmos duplas e, graça à minha chegada, a turma ficou num número ímpar e eu não tinha companheiro para fazer o exercício. Antes de eu ter tempo de me aproximar do professor para expor o meu problema ouvi uma voz atrás de mim:

- Desculpa, tu és a nova aluna? A Michelle, certo? O meu nome é Jacob e eu ia fazer par com a Angela, que já conheceste no balneário. Queres ficar connosco?

Olhei rapidamente para trás e vi um rapaz alto, bastante moreno e com um sorriso maravilhoso a olhar para mim. Jacob, além de ter acabado de ser extremamente simpático comigo, era inegavelmente atraente e, provavelmente, devia ser uma das maiores atracções do liceu de Forks. Logo ao lado dele estava uma das raparigas que eu tinha conhecido no balneário, mas que tinha permanecido em silêncio enquanto Jéssica me bombardeava com informações sobre tudo e todos à minha volta. Angela olhou para mim a sorrir e fez-me sinal com a mão para me aproximar deles. Face a tal cenário dei a única resposta possível:

- Com certeza, vamos a isso!

Durante a aula eu, Jacob e Angela conversamos animadamente. Eles perguntaram-me de que cidade vinha, com quem vivia e o que estava a achar de Forks. Durante a conversa fiquei a saber que Jacob também não tinha mãe, o que me fez criar uma empatia ainda maior com ele. Já Angela era o protótipo da miúda simples e simpática que era uma boa amiga para todos aqueles que a rodeiam. Apesar de Angela viver em Forks e Jacob viver na reserva em La Push, eles eram amigos desde crianças e, aparentemente, faziam tudo juntos e não sabiam viver um sem o outro. Algo que me deixou extremamente espantada foi a condição física de Jacob - para não atrair a atenção dos meus colegas eu sempre tive de me controlar imenso nas aulas de educação física ou todos notariam que eu não “normal”. Jacob, apesar de ser humano, tinha reflexos extremamente rápidos, muita força e uma velocidade incrível:

- Jake, tu ainda vais representar os E.U.A nos próximos Jogos Olímpicos! És fabuloso a jogar voleibol! – Disse-lhe eu, verdadeiramente espantada.

- Tu também és óptima Michelle! – Respondeu-me simplesmente Jacob que, claramente não gostava de se exibir e não lidava bem com elogios.

- Ele sempre foi assim, Michelle. Nunca percebi onde é que este rapaz vai buscar esta força e esta velocidade, é quase sobrenatural! – disse  Angela a sorrir.

Saímos da aula de Educação Física e, depois de um banho, estávamos prontos para ir almoçar. Juntei-me a Angela e Jacob e encaminhei-me com eles para o refeitório mas, estava esperançada em também encontrar os Cullen por lá. Assim que olhei em volta na cantina pude ver Rose a acenar-me - os Cullen estavam sentados numa mesa discreta, num dos cantos do refeitório, de forma a ficarem isolados dos restantes colegas. Pedi aos meus novos companheiros para me seguirem e dirigi-me até à mesa dos Cullen.

- Olá! Então, como está a correr o primeiro dia de aulas da nossa Michelle? – Perguntou-me Alice super animada.

- Muito bem, já fiz novos amigos e tudo! Já os devem conhecer: Angela Weber e Jacob Black. – Disse eu e seguidamente apontei para os vultos que estavam ao meu lado.

Todos os Cullen cumprimentaram Jake e Angela, com excepção de Edward que ainda nem se tinha dignado a olhar para mim desde que eu tinha chegado à cantina. A sua reacção estava-me a deixar intrigada e confusa – Há poucas horas Edward tinha sido extremamente caloroso comigo, que raio se estava a passar com ele agora?

- Michelle, vamos buscar qualquer coisa para comer? Estou esfomeado! - Disse Jacob.

- Claro Jake, vamos a isso! Até já! – Disse, afastando-me depois da mesa dos Cullen bastante perturbada.

Durante o almoço limitei-me a ouvir Angela e Jacob falarem. Fiquei a saber que Jacob tinha optado pelo liceu de Forks porque queria conhecer pessoas fora da reserva onde vivia e que, o seu pai não tinha gostado muito da ideia mas, de momento já estava acostumado. Também fiquei a saber que Angela tinha um irmão que ela adorava mais do que tudo no Mundo e do qual ela tratava como se fosse quase seu filho.

Não consegui tirar Edward da minha cabeça durante todo o almoço. Aquele Cullen era extremamente intrigante, não conseguia perceber o que raio se passava pela cabeça dele mas, não pude continuar a pensar nisso infinitamente porque tive de ir para a primeira aula da tarde e, desta vez não ia ter Jacob ou Angela por perto.

Segui na direcção da sala da minha próxima aula sozinha e, quando lá cheguei só havia uma mesa livre. Sentei-me e esperei que o professor chegasse para começar a aula de Matemática. No entanto, antes do professor chegar, Edward entrou na sala e, vendo que o único lugar livre era ao meu lado, caminhou na minha direcção a olhar para o chão e com um semblante aborrecido. Pensei “Perfeito! Tens a mania que que podes tratar as pessoas como te apetece, vais ver o que te acontece se te armas em parvo comigo!”

- Olá Edward… mais uma vez! – Disse eu com um sorriso cínico, numa tentativa de provoca-lo. Edward até podia ser bipolar ou desequilibrado mental, mas naquele momento a única explicação que me passava pela mente para o seu comportamento era má educação, e eu não ia tolerar isso.

- Olá Michelle. - Disse ele de forma curta e seca e, sentou-se a olhar para o vazio à sua frente.

- Não estavas muito falador na cantina…

- Pois, não me estava a sentir muito à vontade! - Disse Edward enquanto começava a fazer rabiscos aleatórios no seu caderno. Eu pude sentir a tensão a sua voz e o nervosismo que o seu corpo emanava naquele instante.

- Mas eu fiz algo de errado Edward? – Perguntei totalmente confusa.

- Não Michelle, não fizeste nada. Mas é impressionante como no teu primeiro dia, numa escola com centenas de alunos, vais logo escolher as criaturas mais desprezíveis possíveis para te acompanharem na hora de almoço! - Edward olhava-me com ódio enquanto proferia aquelas palavras que não faziam qualquer sentido na minha mente.

- Mas o que é que tu queres dizer com isso?

Edward não pode responder à minha pergunta porque nesse instante o professor entrou na sala e toda a turma ficou em silêncio. Ainda tentei perguntar-lhe novamente ao que se referia no decorrer da aula mas, Edward recusou-se a voltar a falar comigo ou a olhar para mim. Assim que o alarme do final da aula soou, ele saiu a correr, deixando-me boquiaberta a olhar na sua direcção. Mas o que é que Edward tinha contra Angela e Jacob? E porque é que ele me tinha tratado com tanto desprezo?

Quando saí da sala encontrei Angela e Jacob que se queriam despedir de mim antes de irem embora. Troquei números de telefone com ambos e depois encaminhei-me para o estacionamento da escola onde Damon deveria estar à minha espera e à espera de Stefan. Enquanto me dirigia para o carro do meu tio decidi que naquele noite iria até casa dos Cullen falar com Alice e Rose - Edward podia não querer falar mais comigo, mas eu ia descobrir o porquê de Jacob e Angela terem-no deixado tão desconfortável.

 

 

 

 

publicado por Twihistorias às 21:59
Fanfics:

2 comentários:
Adorei o capitulo e adoro a tua fanfic!


Bjs: Jaqueline
twilightforever-fic a 4 de Outubro de 2011 às 20:08

Muito obrigado Jaqueline! Espero que continues a gostar :) Um grande beijo *
Cláudia Ferreira a 8 de Outubro de 2011 às 18:42

Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

32 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O nosso facebook
facebook.com/twihistorias
blogs SAPO