27
Out 11

8. Problemas com Lobos

 

Depois do meu episódio insólito com Edward, o restante da minha semana foi no mínimo estranha. Edward passou a evitar-me ainda mais, quase fugia de mim quando me via na escola e, Alice parecia estar constantemente tensa e preocupada. Eu sabia que Alice tinha conhecimento do que se tinha passado entre mim e Edward e, eu também sabia que ela e Rosalie eram as responsáveis por eu ter apanhado boleia com Edward para a escola naquela fatídica manha. Eu só não percebia o que tinha feito Alice deixar de lado a sua faceta casamenteira e substituí-la por uma preocupação constante e, na minha óptica, infundada. Como o ambiente no seio dos Cullen era estranho, eu comecei a passar os meus dias com os meus novos amigos, Jake e Ângela – tínhamos quase todas as aulas juntos, almoçávamos juntos no refeitório e, Ângela convidava-me sempre no fim das aulas para ir estudar para sua casa, o que eu aceitava.

A relação de Jake e Ângela era maravilhosa, eles eram amigos de infância e não sabiam viver um sem o outro – estavam sempre juntos na escola e, quando saíam das aulas, estavam sempre na casa um do outro. Para minha felicidade, eles acolheram-me nessa rotina e, graças a isso, eu conseguia distrair-me e pensar menos nos problemas que eu estava a atravessar na minha vida pessoal. Mesmo em minha casa o ambiente não era dos melhores, uma vez que Damon contou a Stefan sobre o telefonema que eu lhe fiz naquela manhã antes de apanhar boleia com Edward e, agora estavam os dois desconfiados e preocupados comigo. Eu garanti-lhes que não se passava nada entre eu e Edward e que eles não tinham nada com que se preocupar mas, como é óbvio, eles ignoraram as minhas palavras e agora andavam constantemente a vigiar-me.

Na quinta-feira de manhã quando cheguei à escola, saí do carro de Damon juntamente com o meu pai e, quando me encaminhava para a sala de aula vi Jacob a entrar no parque de estacionamento com a sua mota. Dei um beijo ao meu pai e, decidi ir ter com o Jake para entrarmos juntos, já que íamos ter a mesma aula. Quando ia a sair da mota, Jacob viu-me e abriu logo um enorme sorriso, pousou o capacete e veio na minha direcção de braços abertos e disse-me com a sua boa disposição do costume:

-Bom-dia Miss Salvatore, bem disposta? Nunca vi nenhuma rapariga que a estas horas da manhã conseguisse estar tão bonita como tu, isso é um dom! – E dizendo isto, Jacob deu-me um abraço forte e levantou-me do chão.

Eu ria-me com vontade da atitude do meu amigo, enquanto via Damon ainda a sair do parque de estacionamento a olhar para nós a sorrir e a tapar o nariz como quem diz “Vais ficar com um cheiro a cão insuportável logo de manhã!”. No entanto, o meu momento de boa disposição foi rapidamente interrompido quando ouvi um som, que só podia ser detectado pelos meus ouvidos ou pelos ouvidos de um vampiro mas que, era sem sombra de duvida, um rosnado. Olhei rapidamente para trás e pude ver Edward a passar por nós com ar de desprezo, sem sequer olhar na nossa direcção.

- Aquele Cullen é um bocado mal disposto, não é? Tu dás-te bem com as irmãs dele e ele não te cumprimenta e ainda faz aquela cara de nojo a passar por nós! – Observou Jacob.

- Deixa lá Jake, se calhar dormiu mal e está mal disposto... – Respondi prontamente e, encaminhamo-nos para a nossa aula.

Tentei desvalorizar a atitude de Edward enquanto falava com Jacob porque, não podia de forma nenhuma envolver o meu amigo nos meus problemas. No entanto, assim que entrei na sala enviei uma mensagem a Alice que foi mais um ultimato – Alice ia almoçar comigo naquele dia fora da escola e íamos conversar sobre o que se estava a passar entre as nossas famílias. Eu não suportava mais aquele ambiente e as coisas tinham de ser resolvidas com urgência. Alice aceitou prontamente e, na hora do almoço, encontramo-nos no parque de estacionamento da escola.Seguimos para minha casa que, com certeza estava vazia aquela hora e lá íamos poder conversar à vontade sobre o que se estava a passar.

- Alice, esta manha Edward passou por mim e pelo Jake no parque de estacionamento da escola e soltou um rugido altíssimo que me assustou imenso! O Jacob podia ter ouvido, foi ridículo! Eu realmente não percebo o que se está a passar e, também não percebo porque é que tu me andas a evitar! – Disse a Alice assim que entramos em minha casa.

Alice sentou-se pesadamente numa das cadeiras da minha cozinha e disse-me com um ar cansado:

- Michelle, o Edward não é mau… Ele só anda confuso e, pronto, ele preocupa-se com a tua família e contigo, e também não quer que vocês se metam em confusões com os lobisomens porque podemos sair todos muito prejudicados por causa disso, os Salvatore e os Cullen...

- Mas que confusões, Alice!? O Jake ainda nem é um lobisomem e, quando ele for, se ele quiser, eu vou continuar a ser amiga dele! O teu irmão é um idiota e eu estou farta das atitudes dele, importas-te de lhe dizer para se acalmar, por favor? – Eu tinha de desabafar com Alice tudo o que tinha na cabeça, mesmo que muitos dos meus pensamentos não fossem nada correctos e pudessem deixá-la triste.

-Eu compreendo-te Michelle, tu estás totalmente certa e eu vou falar com o Edward, eu vou tentar faze-lo compreender… - Disse Alice tristemente.

- E vais também voltar a falar comigo normalmente e deixar de me evitar? – Perguntei cautelosamente. Eu gostava imenso de Alice e não queria perder a sua amizade, muito menos por causa de um desentendimento com o seu irmão que eu nem percebia o motivo de existir.

- Sim, desculpa-me por isso…Eu não quero perder a tua amizade, tu entraste na minha vida há pouco tempo mas trouxeste tanta coisa boa! Eu quero que a nossa amizade se mantenha sempre e eu sei que as coisas com o Edward vão acabar por se resolver…

Depois de conversar com Alice sobre os nossos problemas recentes, eu senti-me bastante melhor e fui para as aulas da tarde com muito mais animo. Assim que cheguei à escola encontrei Rose que veio ter comigo bastante aborrecida:

- Então tu e a minha irmãzinha vão almoçar juntas e nem me convidam, não é? Que óptimas amigas que vocês me saíram! – Disse Rosalie depois de se prostrar à minha frente com os braços cruzados e com um ar bastante furioso.

- Rose, desculpa, a sério! A culpa é minha, eu é que fiz um ultimato à Alice para vir almoçar comigo porque eu precisava de conversar com ela sobre os problemas que eu tenho tido com Edward, percebes?

- Percebo totalmente, e nem me quero meter nessas coisas! Eu não sei que raio se passa na cabeça do Edward, nem quero saber! Ele parece maluco desde que tu chegaste a Forks! Deixou de se comportar normalmente e eu também já não tenho paciência para ele... Não sei porque é que ele não te pede em casamento e acaba já com isto!

Eu ri com vontade e respondi:

- Não me parece que seja bem esse o problema do Edward, Rose. Acho que ele acabava com os problemas dele se me fizesse uma lavagem cerebral, mas como isso não vai ser possível, vai ter de se habituar ao meu comportamento.

- Enfim, quero lá saber disso! Eu só sei que me prometeste que este fim-de-semana íamos sair todos juntos e eu vou cobrar essa promessa! Prepara-te porque a próxima sexta à noite vai ser uma loucura! Vamos sair e vai ser fantástico!

- Parece-me bem Rose, se calhar o que eu estou a precisar é mesmo de uma boa saída à noite com os meus amigos! Vou convidar o Jake e a Ângela também, ok?

- Claro, convida quem quiseres, vai ser fantástico. – Disse Rose e, depois disso, fomos juntas para a aula seguinte.

 

publicado por Twihistorias às 21:06
Fanfics:

3 comentários:
Gostei muito deste capitulo!
Só à uns dias é que comecei a ler a tua fanfic e estou a gostar imenso! Continua assim!

Beijinhos,

Angelina
twilightforever-fic a 27 de Outubro de 2011 às 21:45

Muito obrigado, Angelina :) Espero que continues a ler e a gostar :D Grande beijinho *
Cláudia a 28 de Outubro de 2011 às 00:37

Adorei o capitulo!!!

Bjs: Jaqueline
twilightforever-fic a 1 de Novembro de 2011 às 09:08

Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

32 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O nosso facebook
facebook.com/twihistorias
blogs SAPO