06
Jun 12

9846295_0QhAC.jpg

 

 Capítulo 11

 

- Não te preocupes Jane, eu adoro desafios. Diz ao Aro que aceito a nova missão.

Confirmei á maldosa vampira loira. Jane fitou as minhas roupas  ensopado com um suspeita e replicou-o ao voltar-se na minha direção.

- Espero que saibas o que estás a fazer Fred. - Atalhou com um ar superior.

- Não te preocupes loirinha da minha vida ainda trato eu. Agora se não te importas.... eu tenho uns assuntos importantes a resolver. - Provoquei atirando o meu casaco molhado na sua perfeita face de porcelana.

- Hilariante Fred. Fica sabendo que este tipo de comportamento é intoleravel a um futuro membro do clã Volturi. E com isto retirou-se.

Carlisle repentinamente surgiu a meu lado, agradecendo numa só palavra o desaparecimento do clã volturi. Voltei-me e justifiquei erroneamente que não os voltariam a aborrecer e que a sua visita teria sido exclusivamente por minha causa. E apressei-me á sua procura não sei por que razão mas Ivy hoje parecia espicaçar-me de desejo. 

Tudo nela era provocante, o corpo escultural, a tenecidade das suas palavras, a maneira como me encostava á parede com as suas acusações e me enchia de raiva. Até há instantes o seu desplante ao dizer "Acho que estavas demasiado ocupado a mandar em mim para teres tempo para perceber que já me podias ter levado para a cama à muito tempo". Desafiara-me e agora queria provar que estava em controle.

- Ivy? - Chamei ao entrar na grande casa branca.

Os seus olhares de desprezo cumprimentaram-me e percebi que o jogo de simpatia forçada tinha acabado. Mas hoje á noite ia deixar os planos maléficos de lado, só a queria a ela.

Revistei todas as divisões ignorando quem lá estava apenas chamei o seu nome e afastei cada porta ao confirmar que nao a encontrava.

- Ivyyyyy- Cantarolei ao chegar ao jardim para a minha ultima tentativa.

Encontrei-a estava sentada no parapeito que segurava o jardim de ervas de Esme, completamente banhada pela chuva e ainda usando a mesma camisa para proteger o seu corpo ensopado. O mesmo tecido transparente que se colava ao seu corpo e que revelava o seu torço perfeitamente imaculado á luz da lua.

Ela manteve-se quieta ignorando a minha piadinha. Sentei-me a seu lado e não pude deixar que pela forma rigida que apresentara assemelhava.-se a um querubim de mármore iluminado pelo luar.

Uau, ela fazia de mim poeta.

Sem dizer uma unica palavra Ivy colocou a sua mão nas minha perna sentido a minha presença. Contudo os seus olhos continuaram fixos no horizonte como se de o gesto reflexo se tratasse.

Contrariamente ao que estava habituado ela permanecemos em silencio. Apenas a perscrutar formas na floresta nocturna. Su

bitamente a sua face encontrou a minha e numa voz muito mais madura do que eu alguma vez ouvira, articulou:

- Obrigada. Obrigada por teres protegido a minha família.

Ela estava diferente, a sua fisonomia de menina divertida desaparecera para dar lugar a uma mulher adulta e tão sabia. Fiquei sem reação Ivy parecia trazer consigo todo o conhecimento universal. Interrompendo o meu raciocionio levantou-se.

E tão inesperadamente quanto podia abraçou-me como uma criança pequena, deixando que os seus braços aprisionassem o meu corpo e respirando sofregamente na minha camisa. Depois fitou os meus olhos e o meu mundo desabou. Os seus traziam muito mais amor e compreensão do que os meus alguma vez poderiam transmitir. E o seu tom topaz era tão convidativo que parecia fazer-me perder o controlo sobre o meu próprio ser.

Ainda aninhada no meu peito Ivy sussurrou-me que não magoasse nunca mais a sua família e que tinha saudades minhas. Não  lhe pude responder. Os seus olhos semicerram-se e ela agarrou o meu cabelo com força. Depois suave como uma brisa de verão deixou os seus lábios roçarem nos meus.

Nunca antes sentira algo tão doce e tão perfeito, muito depois dos nossos lábios se separem a sua essencia perdurava no ar.

Na mesma voz doce e sedutora insistiu:

- Por favor Fred não ataques os Cullen, fica comigo...aqui ... Promete.

 

 

 OPÇÕES

a) Fred promete-lhe que não magoa os Cullen

b) Fred promete-lhe que apenas irá concentrar-se primeiro na nova missão.

c) Fred beija-a sem responder á sua promessa

 

publicado por Twihistorias às 00:01
música: All I need - W. Temptation

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13

17

29


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

31 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O nosso facebook
facebook.com/twihistorias
blogs SAPO